Palestrantes referências em suas áreas potencializam a grade da Conferência de Local de Crime

No dia 17/09, a Forensics Live abordou a temática “Local de Crime. O que dizem os vestígios”, tendo como anfitrião o Perito Criminal Federal Rodrigo Mayrink, Coordenador Científico da IF2021. Ele recebeu para o bate-papo o Perito Criminal e Coordenador da Conferência de Local de Crime da IF2021, Bruno Mavignier. Especialista no tema, Mavignier possui um histórico de atuação profissional muito consistente em várias áreas (entre elas a Perícia de Trânsito e a Perícia de Morte Violenta) e atualmente ocupa o cargo de Diretor da Divisão Administrativa do Instituto de Criminalística do DF.

Segundo ele, o principal desafio da Conferência de Local de Crime é manter a importância e qualidade apresentadas nas edições anteriores da InterForensics. “Queremos superar as expectativas, partindo da ideia de integração da nossa trilha com as demais. O tema ´local de crime´ é uma área muito complexa e ampla, que abre várias oportunidades de atuação”, justificou.

A escolha dos palestrantes tem motivado Mavignier e sua equipe. Até o momento, já foram pré-selecionados mais de 40 palestrantes, referências em suas áreas de atuação, tendo como direcionamento a integração da temática com áreas complementares, tornando a programação interessante para peritos que atuam em outras atividades. “O nível técnico é determinante nas nossas escolhas, isso garantirá o alto status de nosso evento, que certamente vai surpreender positivamente os participantes”, finalizou Bruno Mavignier. 

E para quem estava curioso para saber sobre os casos de repercussão nacional que serão citados na Conferência, tanto Rodrigo quanto Bruno mantiveram o suspense, mas fizeram questão de adiantar que estarão na pauta os casos do incêndio do Museu Nacional, no Rio de Janeiro (RJ), ocorrido há exatos dois anos, e o do rompimento da barragem de Brumadinho (MG), que comoveu o país e o mundo no começo de 2019.